Visualizar:

▼ Textos
  • deposteron

    23

    Abr
    23/04/2011 às 23h38
    <div class="article-rel-wrapper"><h2 class="contentheading"><a class="contentpagetitle" href="http://www.marombapura.net/anabolizantes/153-perfil-dos-anabolizantes/1405-cipionato-de-testosterona--deposteron-">Cipionato de Testosterona ( Deposteron )</h2><p class="buttonheading"> 

    </div>

    Deposteron

    Autor junior

    Retirado de bombado1

    Traduzido, Adaptado e Complementado por MRJP

     

    (Testoterona Base + Éster Cipionato)

    [17b-hidroxi-4-androsten-3-um]

    Peso Molecular(base): 288.429

    Peso Molecular(éster): 412.6112

    Fórmula Química(base): C19 H28 O2

    Fórmula Química(éster): C8 H14 O2

    Ponto de Fusão(base): 155ºC

    Ponto de Fusão(éster): 98-104ºC

    Fabricante: Sigma Pharma

    Dose Efetiva(Homens): 300-2000mg/semana

    Dose Efetiva(Mulher): Não recomendado

    Tempo de Ação: 15 a 16 dias

    Tempo de Detecção: 3 meses

    Relação Anabolismo/Androgenicidade: 100:100

    Apresentações: Deposteron 100mg/ml 3 ampolas R$30


    Testosterona é o hormônio responsável por diversas ações fisiológicas. Promove libído, perda de gordura, manutenção da massa magra e densidade óssea e previne doenças cardiovasculares(1). Isso torna a testosterona o pai de todos os esteróides.


    Testosterona tem um incrível balanço de anabolismo/androgenicidade, sendo uma ótima droga para construir mais massa e força. Ela promove retenção de nitrogênio no músculo(2), isso significa maior síntese proteica. Testosterona também pode aumentar os níveis de outro hormônio anabólico, o IGF-1 no tecido muscular(3) e a incrível habilidade de aumentar a atividade das células satélites(4) que tem importante função na reparação muscular. Ela tembém se liga ao receptor androgênico para promover a perda de gordura e ganho de massa por mecanismos dependentes desses receptores(5), isso também aumenta a concentração de AR nas células, o que é indespensável para o reparo e crescimento muscular(4)(6). Testosterona induz mudanças na forma, tamanho e também pode mudar a aparência e o número de fibras musculares(7). Androgênicos de forma geral podem proteger o tecido muscular do catabolismo e dos hormônios glicocorticóides(8) inibindo suas ações. Além disso, promove aumento na contagem de células vermelhas no sangue(9) o que pode promover melhoras em provas de resistência, através de um sangue mais oxigenado. Mais células vermelhas também melhoram a recuperação após atividade física estressante. Como você deve ter observado, os efeitos da testosterona são dose-dependentes, isso é, quanto maior a dose maior o crescimento(10).


    Testosterona melhora a contração muscular aumentando o número de unidades motoras no músculo(4) e melhorando a transmissão neuromuscular(12). Também promove a síntese de glicogênio(13) que é o combustível para exercícios musculares intensos. Também promove aumento na agressividade(14) o que explica a confiança dos atletas que a usam.


    Testosterona também é boa para promover perda de gordura. Tendo um efeito antiestrogênico cria-se o ambiente perfeito para perda de gordura. Ela se liga ao AR nas células de gordura promovendo lipólise e prevenindo a formação de nova gordura(15). Outro efeito indireto é que a testosterona promove um grande crescimento muscular, e para esse crescimento ocorrer precisa-se de nutrientes, logo, menos substrato fica disponível para o tecido adiposo.


    Testosteorna será convertida no hormônio femino estrógeno (pela via da aromatização) pela ação da enzima aromatase. Estrógeno em doses excessivas pode causa efeitos colaterais como: acne, o aumento do tecido mamário (ginecomastia), ganho de gordura e diminuição da lipólise, perda do desejo sexual, atrofia testicular e retenção hídrica que pode aumentar a pressão arterial). Além disso a testosterona interage com a enzima 5alfa-redutase que a converte em DiHidroTestosterona (DHT) um forma mais androgênica do hormônio. DHT tem uma forte interação com tecidos que levam a queda de cabelo em usuários que apresentam tendência genética para tal. Além disso, o DHT pode afetar a próstata causando uma hiperplasia e podendo levar a problemas urinários. As drogas inibidoras dessa enzima (Finasterida) podem evitar esses efeitos sem bloquear a ação anabólica da testosterona(16). Doses altas de testosterona também têm um impacto negativo no colesterol, diminuindo a taxa de HDL(17). Testosterona, é provalvelmente, o esteróide mais seguro, porém deve ser tomada de forma leve.


    Os níveis de testosterona caem muito após os 50-60 anos(18). Esses níveis mais baixos significam perda de massa muscular, ganho de gordura e baixa libído(18). Então torna-se boa a idéia de uma reposição exógena de testosterona. Essa reposição também pode prevenir o mal de Alzheimer e outras doenças cognitivas, proteger os nervos, regenerar unidades motoras, melhorar o humor, memória, apetite, libído, melhorar a massa óssea e diminuir o risco de doença cardíaca(19)(20)(21)(22). Deve-se tomar cuidado com altas doses, que podem resultar em efeitos colaterais(23).


    Deposteron é uma óleo injetável que contém testosterona e o éster cipionato. O éster denota o tempo de liberação da testosterona após a injeção. Esse éster, particularmente, dá um tempo de ação de aproximadamente 15-16 dias. Níveis estáveis podem ser atingidos com uma injeção por semana. Uma coisa engraçada é que muitos usuários acham que o Deposteron é mais ou menos poderoso que o enantato de testosterona. A verdade é que, eles são quase idênticos, então quase não existe diferença entre eles.

     

    Digite os números da imagem ao lado:

    Comentar
Home |  Blog Grátis |  Hospedagem HTML Grátis |  Quem somos |  Parceria |  Anuncie |  Ajuda
Trabalhe no XPG |  Política de Privacidade |  Política de Segurança |  Denúncia © 2004-2014 XPG | Siga esta corrente